sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

“No deserto tem provisão de Deus”






 “E não tinham sede, quando os levava pelos desertos; fez-lhes correr água da rocha; fendeu a rocha, e as águas correram. Mas os ímpios não têm paz, diz o Senhor”
(Isaías 48:8, 9)


     Sei que talvez você possa estar enfrentando uma grande luta, e sentir-se de alguma forma em algum “deserto”.

E neste momento você se acha como quem anda em um caminho espinhoso demais.

Mas quero declarar a você, que o texto acima ensina que o caminho mais difícil e visivelmente pior (o deserto), se Deus estiver indo contigo nele, tem provisão e livramento.

O Senhor faz até água sair da rocha, gerando providência e algo para te saciar (até de onde não há possibilidade). 

Grandes homens de Deus enfrentaram seus “próprios desertos”, sejam tais literais ou não.

Em todos estes momentos houve dificuldades, mas Deus usou das situações adversas, como um meio para trazer algo profundo e volumosas bênçãos. 

Deserto é um lugar de lutas, mas é tempo de provisão, manifestação de Deus, triunfo e regozijo.

     A bíblia diz que Ana enfrentou seu “deserto”, que era o fato de ela ser estéril (e isto provocou grandes dificuldades para ela).
Naquela época ser assim “denotava” maldição, e por tal esterilidade, seu marido tinha outra mulher, que lhe dava filhos, que se chamava Penina, e a humilhava, por não dar filhos ao seu marido.

Ana tinha o desejo de ser mãe; entretanto ela sofria por não poder usufruir isto.

No auge de sua angustia, Ela não foi consolada (por quem deveria consolá-la), pois o Sacerdote Eli a julgou, chamando-a de bêbeda (leia I Samuel capítulo 1).

Situação semelhante passou Jó, com seus “amigos” que não tinham sensibilidade suficiente.

Mas soberanamente Deus estava agindo para dar vitória, a ele e iria cumprir os propósitos de antemão já preparados e determinados por Ele.

     As Sagradas Escrituras têm uma declaração que diz: “Afrontas me quebrantaram o coração, e estou fraquíssimo; esperei por alguém que tivesse compaixão, mas não houve nenhum; e por consoladores, mas não os achei” (salmos 69:20). Mas no mesmo capítulo está escrito: “o SENHOR ouve os necessitados, e não despreza os seus cativos.
Louvem-no os céus e a terra, os mares e tudo quanto neles se move. Porque Deus salvará a Sião, e edificará as cidades de Judá; para que habitem ali e a possuam.

Paulo declarou que: “Porque para mim tenho por certo que as aflições deste tempo presente não são para comparar com a glória que em nós há de ser revelada” (Romanos 8:18).

Pedro nos mostra que tem outros irmãos que tem passado por lutas: “Ao qual resisti firmes na fé, sabendo que as mesmas aflições se cumprem entre os vossos irmãos no mundo” (I Pedro 5:9). È viável e eficaz você ter em mente que não está sozinho. 
O seu deserto pode ser alguma angustia, medo, dor, falta de compreensão por alguém, sofrimento causado por pessoas que não te valorizam devidamente, depressão, sentimentos diversos, etc. 

A lista é grande; mas entenda que o caminho mesmo estando difícil no momento, se Deus estiver ao seu lado, vai haver vitórias e conquistas. 

A Palavra do Senhor declara que: “Abrirei rios em lugares altos, e fontes no meio dos vales; tornarei o deserto em lagos de águas, e a terra seca em mananciais de água” (Isaías 41:18).

O caminho difícil tem a provisão de Deus. Confie Nele e busque-O. Entenda que Deus é quem opera maravilhas e faz grandes coisas.

     A bíblia diz: “O Deserto e o lugar solitário se alegrarão disto; e o ermo exultará e florescerá como a rosa. Abundantemente florescerá, e também jubilará de alegria e cantará; a glória do Líbano se lhe deu, a excelência do Carmelo e Sarom; eles verão a glória do SENHOR, o esplendor do nosso Deus. Fortalecei as mãos fracas, e firmai os joelhos trementes. Dizei aos turbados de coração: Sede fortes, não temais; eis que o vosso Deus virá com vingança, com recompensa de Deus; ele virá, e vos salvará” (Isaías 35:1-4).

     Atravesse então o seu deserto, crendo na promessa que Deus já declarou e determinou para sua vida.
O momento de um caminho difícil tem no Senhor a providência necessária.  
Jesus nunca abandona Seus filhos; Seu amor é incondicional, perfeito, puro e verdadeiro. 

Você é alguém amado por Deus, e Ele tem autoridade para operar grandes coisas em sua vida.

Ele muda a história, muda os quadros, restaura, tira a vergonha e gera dupla honra: “Em lugar da vossa vergonha tereis dupla honra; e em lugar da afronta exultareis na vossa parte; por isso na sua terra possuirão o dobro, e terão perpétua alegria” (Isaías 61:7).
Amigo que parou por alguns minutos para meditar nesta mensagem, Deus te Ama e tem cuidado de ti de maneira especial, quantos livramentos Ele te da todos os dias e nós nem percebemos, é momento de olharmos para Jesus autor e consumador da Fé.

Um grande abraço e fique na Paz do Senhor Jesus Cristo.

Pr. Aguinaldo Gonçalves
Igreja Evangélica Assembléia de Deus
Parque Juquiá
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário