sexta-feira, 27 de janeiro de 2012





“Um Pacto de amizade”


Uma das maiores demonstrações do amor verdadeiro entre seres humanos foi o que aconteceu entre Davi e Jônatas.

Diz-nos a Bíblia que Jônatas, que era filho do rei Saul, portanto seu herdeiro.

Ao conhecer Davi fez uma aliança com ele.

“E sucedeu que, acabando ele de falar com Saul, a alma de Jônatas se ligou com a alma de Davi; e Jônatas o amou, como à sua própria alma.
E Saul naquele dia o tomou, e não lhe permitiu que voltasse para casa de seu pai.
E Jônatas e Davi fizeram aliança; porque Jônatas o amava como à sua própria alma.
 “E Jônatas se despojou da capa que trazia sobre si, e a deu a Davi, como também as suas vestes, até a sua espada, e o seu arco, e o seu cinto.” (1 Sm 18:1-3)
E selaram essa grande amizade com um pacto, quando Davi era perseguido pelo pai de Jônatas: “Então fugiu Davi de Naiote, em Ramá; e veio, e disse a Jônatas: Que fiz eu? Qual é o meu crime? E qual é o meu pecado diante de teu pai, que procura tirar-me a vida? (…) Então disse Jônatas a Davi: Vem e saiamos ao campo. E saíram ambos ao campo.
E disse Jônatas a Davi: O SENHOR Deus de Israel seja testemunha! Sondando eu a meu pai amanhã a estas horas, ou depois de amanhã, e eis que se houver coisa favorável para Davi, e eu então não enviar a ti, e não to fizer saber;
O SENHOR faça assim com Jônatas outro tanto; que se aprouver a meu pai fazer-te mal, também to farei saber, e te deixarei partir, e irás em paz; e o SENHOR seja contigo, assim como foi com meu pai.
E, se eu então ainda viver, porventura não usarás comigo da beneficência do SENHOR, para que não morra?
Nem tampouco cortarás da minha casa a tua beneficência eternamente; nem ainda quando o SENHOR desarraigar da terra a cada um dos inimigos de Davi.
Assim fez Jônatas aliança com a casa de Davi, dizendo: O SENHOR o requeira da mão dos inimigos de Davi.
“E Jônatas fez jurar a Davi de novo, porquanto o amava; porque o amava com todo o amor da sua alma.” (1 Sm 20:1, 11-17)

Essa amizade entre eles era tão forte que Jônatas quase foi morto pelo seu próprio pai Saul, que odiava a Davi e temia que o filho perdesse o futuro trono de Israel para o mesmo: “Pois, enquanto o filho de Jessé viver sobre a terra, nem tu estareis seguro, nem seguro o teu reino; pelo que manda buscá-lo, agora, porque deve morrer.
Então, respondeu Jônatas a Saul, seu pai, e lhe disse: Por que há de ele morrer? Que fez ele?
Então, Saul atirou-lhe com a lança para feri-lo; com isso entendeu Jônatas que, de fato, seu pai já determinara matar a Davi. “(1 Samuel 20:31-33)

No final do livro de 1 Samuel há o relato da morte de Saul, de Jônatas e seus irmãos.

A história segue em 2 Samuel e logo no primeiro capítulo, vemos um fato que dimensiona o tamanho da grande amizade entre Davi e Jônatas.

Ao receber a notícia da morte deles, vejam como reage Davi: “Saul e Jônatas, tão queridos e amáveis na sua vida, também na sua morte não se separaram; eram mais ligeiros do que as águias, mais fortes do que os leões.
Vós, filhas de Israel, chorai por Saul, que vos vestia deliciosamente de escarlata, que vos punha sobre os vestidos adornos de ouro.

Como caíram os valorosos no meio da peleja!
Angustiado estou por ti, meu irmão Jônatas; muito querido me eras! Maravilhoso me era o teu amor, ultrapassando o amor de mulheres.
Como caíram os valorosos, e pereceram as armas de guerra!”(2 Sm 1:23-27)

E no capítulo 9, temos o desfecho incrível para marcar a amizade verdadeira do agora rei Davi e do seu amigo Jônatas.

Pois o rei procura se existe alguém da família de Jônatas que fosse vivo para que o pacto feito no passado fosse cumprido. “Disse Davi: Resta ainda alguém da casa de Saul, para que eu use de benevolência para com ele por amor de Jônatas?
E havia um servo da casa de Saul, cujo nome era Ziba; e o chamaram à presença de Davi. Perguntou-lhe o rei: Tu és Ziba? Respondeu ele: Teu servo!
Prosseguiu o rei: Não há ainda alguém da casa de Saul para que eu possa usar com ele da benevolência de Deus? Então disse Ziba ao rei: Ainda há um filho de Jônatas, aleijado dos pés.

E Mefibosete, filho de Jônatas, filho de Saul, veio a Davi e, prostrando-se com o rosto em terra, lhe fez reverência.
E disse Davi: Mefibosete! Respondeu ele: Eis aqui teu servo.

“Então lhe disse Davi: Não temas, porque de certo usarei contigo de benevolência por amor de Jônatas, teu pai, e te restituirei todas as terras de Saul, teu pai; e tu sempre comerás à minha mesa.” (2 SM 9:1-3,6,7)

E assim o rei Davi cumpriu o que tinha prometido ao seu amigo mesmo depois da morte do mesmo.

Os laços de irmandade vistos nessa história deixam um grande exemplo para a Igreja de Cristo. Por mais que vivamos em um mundo onde a indiferença, falsidade, egoísmo e a inveja têm destruído as relações, a Igreja tem que fazer diferente.

Pois o amor entre os irmãos é o distintivo de uma vida transformada pelo poder de Deus.

“Quanto, porém, à caridade fraternal, não necessitais de que vos escreva, visto que vós mesmos estais instruídos por Deus que vos ameis uns aos outros”. (1 Ts 4.9)

Tomar o exemplo dessa incrível amizade entre o rei Davi e Jônatas para a Igreja hoje pode parecer utópico, mas se servimos ao mesmo Deus, podemos pedir

para que Ele forje em nós um coração sincero e amável para com os nossos irmãos em Cristo.

E assim cumpriremos o que o Mestre recomendou aos discípulos: “Um novo mandamento vos dou: Que vos ameis uns aos outros; como eu vos amei a vós, que também vós uns aos outros vos ameis.
Nisto todos conhecerão que sois meus discípulos, se vos amardes uns aos outros.”(Jo 13:34,35)

Que o Senhor nos ajude a gerar sentimentos verdadeiros como os que o rei Davi tinha em relação a Jônatas, para assim vivermos a verdadeira comunhão no Amor de Cristo.


Um grande abraço na Paz do Senhor Jesus Cristo.

Pr. Aguinaldo Gonçalves

quarta-feira, 18 de janeiro de 2012







COMO VIVER ACIMA DA MEDIOCRIDADE

Mediocridade é escolher viver na média, no meio termo, é não querer buscar e nem querer viver na excelência. É chegar a um nível e ficar nele pelo resto da vida.
Existem medíocres na vida pessoal, no trato com as pessoas, na vida profissional, na vida espiritual, na área emocional, nos relacionamentos em geral.
Um grande escritor disse:
“A Mediocridade está em todos os lugares, nos Governos que adotam medidas paliativas ao invés de ações concretas que realmente resolvam os problemas sociais, empresas que não entendem de gestão de pessoas, estudantes que compram provas e trabalhos escolares, pessoas que lêem resenhas de livros e dizem tê-los lido todo, analfabetos funcionais, aqueles que preferem assistir uma novela a ler um livro, enfim todos aqueles que direta ou indiretamente atrasam o desenvolvimento humano , seja por ignorância, por inveja, seja por preguiça, seja por suas crenças, seja por teimosia, ou seja, até mesmo por dinheiro.

Medíocre é aquela pessoas que pode crescer mais, que pode produzir mais, ganhar mais, fazer mais, mesmo assim escolhe ficar e viver como está.
O Medíocre é a pessoa pequena, pesada, difícil de viver e se relacionar com ela.
Vamos estudar um texto que nos mostra o que é um grupo de pessoas medíocres, e vamos estudar como vencer e viver acima desse comportamento que Deus tanto reprova.

Leia Mateus 20:1 a 16
Para viver acima da mediocridade precisamos saber o que é Graça.
Pergunte: O que é Graça? Graça é um favor imerecido. Deus sempre nos dá algo que não merecemos. Dá-nos perdão, nos dá salvação, nos dá bênçãos.
Mas a Graça é para todos.  Leia v 6,7 – Que horas foram contratados esses trabalhadores? Na ultima hora. Você contraria alguém para trabalhar apenas uma hora? Isso é Graça de Deus.

Para viver acima da mediocridade precisamos aceitar o que é a Graça.
Aqueles trabalhadores não aceitaram a Graça. Leia v.11 – O que eles fizeram? Murmuram contra o Patrão. Eles disseram isso não é justo, eu mereço mais que isso, eu trabalhei mais. Eu sou mais santo, eu oro mais, eu busco mais, porque ganho menos, porque não consigo prosperar, porque não tenho emprego melhor, um carro melhor, etc. Isso é não é justo.

Para viver acima da mediocridade precisamos transmitir graça.
Aqueles trabalhadores queriam que o patrão pagasse menos para os últimos ou pagassem mais para os primeiros. Não consegue transmitir amor, perdão e nem misericórdia. Usam sempre uma matemática fria e calculista. Errou tem que pagar, pisou fora da linha é cortado, trabalhou merece, não trabalhou não merece.

O que é transmitir graça?


Transmitir Graça é:

      1 ) Se alegrar com quem se alegra. Você sabia que é mais fácil chorar com os que choram que se alegrar com os que se alegram? O que você sente quando vê alguém prosperar, ser sorteado, ganhar algum premio, uma promoção?


2 ) Saber que Deus é bom para com Todos.

     
     3 ) Não esperar Reconhecimento e nem Recompensa. Esperar pode nos frustrar. O nobre trabalha para glorificar a Deus e não aos homens.
Tudo o que fizerem, seja em palavra ou em ação, façam-no em nome do Senhor Jesus, dando por meio dele graças a Deus Pai. v23.
Tudo quanto fizerdes, fazei-o de todo o coração, como para o Senhor e não para homens, cientes de que recebereis do Senhor a recompensa da herança.
 A Cristo, o Senhor, é que estais servindo; Colossenses 3.17,23-24.


EXCELENCIA É O CONTRÁRIO DE MEDIOCRIDADE
SOMENTE UM NOBRE CONSEGUE VIVER ACIMA DA MEDIOCRIDADE.

“A Excelência Exalta a Deus e Inspira os homens”

Um grande Abraço.

Pr. Aguinaldo Gonçalves